Repórter da CNN terá sua credencial de volta

Um juiz federal ordenou que a Casa Branca restitua de forma temporária a credencial do jornalista da CNN Jim Acosta.

O repórter comportou-se inconvenientemente em coletiva com Donald Trump no último 7 e teve seu acesso ao local de trabalho barrado.

Leia também:

A verdade inconveniente sobre a liberdade de imprensa nos Estados Unidos

A Lava Jato em boas mãos sem Moro. LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 23 comentários
  1. O governo pode derrubar está decisão do juiz facilmente, mas seria interessante deixar este palhaço da CNN fazer sua pergunta e o presidente não responde e diga “next”, pula para o próximo e fi

  2. Esse Juiz deu um péssimo exemplo, estimulando o mi, mi, mi na imprensa americana e o desrespeito à maior autoridade do país, ou um salvo conduto para a impunidade. Isso com Putin jamais aconteceria

  3. Coitado de O Antagonista. Virou chapa branca do Bolsonarismo. Já não tinha o menor pejo de fazer as maiores cafajestadas, e agora considera o comportamento de Jim Acosta “inconveniente”.

    1. Inconveniente o caktsu, foi desrespeitos e insolente, merecia ter tomado uma cacetada com o microfone na fuça. É por essas e outras que meu ídolo hoje é o Putin, pois lá esse jornalista caia no p

    2. Esse é o repórter da Folha dos EUA. Pra um cara que fala com o presidente dos Estados Unidos como se estivesse falando com um filho psicopata, até saiu barato. Esquerda é esquerda…