Rodrigo Maia garante julgamento de Cunha

Rodrigo Maia disse a O Antagonista que as críticas sobre a convocação do julgamento de Eduardo Cunha para o dia 12 de setembro, uma segunda-feira, “não têm cabimento”.

“Se não tiver quórum na segunda, como alegam, convocarei a sessão novamente na terça-feira e depois na quarta-feira, até votarem.”

Ele lembra que a votação do impeachment de Dilma Rousseff aconteceu num domingo, com plenário lotado.

Faça o primeiro comentário