Roteiro de enviado de Biden à América do Sul não inclui Brasil

Roteiro de enviado de Biden à América do Sul não inclui Brasil
Foto: Casa Branca

A Casa Branca informou neste sábado que a primeira viagem para a América do Sul de Juan S. Gonzalez, diretor sênior de questões ocidentais do Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos, não incluirá o Brasil.

O cargo que Gonzalez ocupa na gestão Joe Biden trata, em especial, da relação do governo americano com assuntos referentes à América Latina.

O enviado de Biden passará entre 11 e 15 de abril por Colômbia, Argentina e Uruguai. Nesses países, ele deverá tratar de temas como recuperação econômica, crise na Venezuela, mudanças climáticas e a pandemia de Covid.

Juan S. Gonzalez é crítico do governo de Jair Bolsonaro. Em outubro do ano passado, durante a campanha presidencial dos EUA, ele usou o Twitter para mandar um recado indireto ao presidente brasileiro:

Qualquer pessoa, no Brasil ou em qualquer outro lugar, que pensa que pode promover um relacionamento ambicioso com os Estados Unidos enquanto ignora questões importantes como mudança climática, democracia e direitos humanos claramente não tem ouvido Joe Biden durante sua campanha.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO