Santiago volta a ter protestos

Telegram

No dia seguinte ao novo toque de recolher anunciado pelo governo chileno, manifestantes voltaram às ruas de Santiago para continuar os protestos que tomaram a cidade.

Desde a última sexta-feira, 11 pessoas morreram e mais de 1,4 mil foram presas.

As manifestações foram deflagradas contra o aumento da tarifa do metrô na cidade. O reajuste foi suspenso, mas os protestos continuam.

GILMAR MENDES, O DONO DO SUPREMO. Leia aqui

Ontem, como noticiamos, o Exército teve de ocupar as ruas.

Comentários

  • Rogerio -

    Como é "doce" o neoliberalismo...

  • Dácio -

    Mais uma vez o povo sendo usado como massa de manobra, afinal quem protesta contra aumento de passagem não destrói o metrô, ônibus, saqueia supermercados e nem incendeia empresas.

  • Ricardo.R -

    E Dona Michelle Bachelet ex-presidente(esquerdista) do Chile chefe dos Direitos Humanos da ONU envolvida c/dinheiro sujo de Lula/OAS/Leo Pinheiro está a postos p/tabelar c/Foro SP no Chile

Ler 17 comentários