Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Sarkozy é condenado por suborno, mas não deve ser preso

Sarkozy é condenado por suborno, mas não deve ser preso
Foto: Reprodução, Facebook

Nicolas Sarkozy, ex-presidente da França, foi condenado hoje a três anos de prisão por corrupção e tráfico de influência.

Trata-se do caso de suborno a um juiz, em troca de informações privilegiadas sobre um processo que envolvia o ex-presidente. A investigação começou em 2014, após gravações telefônicas entre Sarkozy e seu advogado obtidas pela polícia.

O Tribunal Criminal de Paris considerou que houve um “pacto de corrupção” entre Sarkozy, o advogado Thierry Herzog e o ex-juiz Gilbert Azibert — estes dois receberam a mesma pena.

O ex-presidente, que poderá recorrer da decisão, dificilmente irá para a cadeia: dois dos três anos da sentença estão isentos de cumprimento, e o terceiro ano poderá ser convertido em prisão domiciliar ou com uso de tornozeleira eletrônica.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO