ACESSE

Seis países denunciam ditadura de Maduro ao tribunal de Haia

Telegram

Líderes de Argentina, Canadá, Chile, Colômbia, Paraguai e Peru enviaram uma carta ao Tribunal Penal Internacional, o tribunal de Haia, pedindo investigação da ditadura de Nicolás Maduro desde 2014, por crimes de lesa-humanidade, registra a Folha.

Presente à Assembleia-Geral da ONU, o chanceler argentino, Jorge Faurie, listou as acusações ao governo chavista da Venezuela:

“Detenções arbitrárias, assassinatos, execuções extrajudiciais, torturas, abusos sexuais, violações, atentados contra o devido processo.”

Algumas das vítimas, acrescentou o ministro, são menores de idade.

O Antagonista lembra que PT e PC do B continuam apoiando essas atrocidades. Seu “horror a ditaduras”, curiosamente, desaparece quando se atravessa a fronteira.

Comentários

  • antonio -

    E por quê não fizemos o mesmo, o presidento Dilmo é tão covarde assim? Tem medo do Maduro? Ainda bem que está de saída, e saia pela porta dos fundos.

  • José -

    É a "justiça social" e "igualdade social" tão sonhada pelo PT!! ABRA O ZOI Achavam que estavam se dando bem inicialmente e depois veio o caos! Agora VAZAM!

  • Nathalia -

    E o Brasil, este elefante branco sul-americano, só serve mesmo para gerar dinheiro para encher as burras de ratos. Nenhum protagonismo em assuntos relevantes para o continente e resto do mundo.

Ler 63 comentários