ACESSE

Submarino argentino: "Gostaríamos de dar melhores notícias"

Telegram

Em coletiva de imprensa há pouco, registra o jornal argentino Clarín, o porta-voz da Marinha, Enrique Balbi, disse:

“Gostaríamos de dar melhores notícias, mas devemos ser cautelosos em respeito aos membros da família (dos 44 tripulantes) e à verdade.”

A Marinha já confirmou que houve uma explosão no submarino na quarta-feira, 15 de novembro, quando foi realizado o último contato com os tripulantes.

Comentários

  • julio -

    Vão devagar despacito e vão contar TUDO. Igual a maioria de aviões que tem por esta terras. Chega uma hora acontece. Mas acontece por que. Pense direitinho e despacito e verás que os filhos teus lá não foge a regra daqui.... PENSE. Alias pense logo pois já estão colocando outra SENSAÇÃO na midia, sobre explosões....

  • Caio -

    Eu não entendo pra quê um país pobre como a Argentina com muitos problemas vai ter forças armadas? Aliás, já assombra os argentinos nos tempos de ditadura sanguinária e o mesmo vale para o Brasil! Um exército pequeno com poucos homens bem treinados, o mesmo valendo para aeronáutica e marinha com um bom equipamento e pouco. JÁ BASTA! Chega de gastar dinheiro com isso! Olha aí! Os argentinos morreram por estar, muito provavelmente, numa sucata. Tudo culpa desse tal "complexo industrial militar" tão bem comentado pelo Eisenhower nos anos 50, mas aqui nós temos o capitão nióbio, que muito provavelmente,se for eleito, vai aumentar os gastos da turma dele e não tem como os minions falarem o contrário basta ver o histórico desse politico na Câmara. Tem que diminuir tudo! Acabar com a mamata.

  • -

    O que o (des)governo de uma "Presidenta" produziu!

Ler 15 comentários