Suíça vê falta de dados e nega aprovação à vacina de Oxford

Suíça vê falta de dados e nega aprovação à vacina de Oxford
Foto: HakanGERMAN/Pixabay

A SwissMedic, agência regulatória da Suíça, decidiu não autorizar o uso da vacina de Oxford/AstraZeneca no país europeu por considerar insuficientes as informações fornecidas pela empresa, registra a Folha.

“São necessários novos estudos para obter dados adicionais sobre segurança, eficácia e qualidade”, afirmou a agência em nota divulgada nesta quarta, 3.

Outros sete países europeus (Áustria, Alemanha, Bélgica, França, Itália, Suécia e Polônia) já limitaram a aplicação do imunizante, principalmente em razão do pequeno número de voluntários idosos nos testes feitos para aferir sua eficácia.

No fim de semana, a Aifa, a “Anvisa Italiana”, definiu como “preferível” a aplicação da vacina de Oxford apenas em pessoas entre os 18 e os 55 anos de idade.

A AstraZeneca promete apresentar em março novos dados sobre o efeito entre os idosos. A vacina está sendo aplicada em larga escala no Reino Unido —e foi a escolhida pelo governo brasileiro para produção em parceria com a Fiocruz.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO