Três grupos

François Molins disse, ainda, acreditar que havia três grupos de terroristas em ação coordenada. Os investigadores acham que eles se dividiram entre os que atacaram o Stade de France, os que fizeram vários ataques usando um Seat preto e um terceiro que utilizou um Polo também preto para atacar o Bataclan.

Um dos carros estava alugado em nome de um cidadão francês que foi parado na fronteira com a Bélgica acompanhado de outras duas pessoas. Os três vivem no país vizinho e motivaram as prisões em Bruxelas.

Faça o primeiro comentário