Tribunal federal rejeita pedido da campanha de Trump na Pensilvânia

Tribunal federal rejeita pedido da campanha de Trump na Pensilvânia
Foto: Tia Dufour/ Flickr/ The White House

Um tribunal federal negou nesta sexta-feira, 27, recurso apresentado pela campanha de Donald Trump para impedir a certificação dos resultados da eleição presidencial no estado da Pensilvânia, informam as agências internacionais.

Em sua decisão, a Corte de Apelações do 3º Circuito disse que as alegações da campanha não tinham valor e que o número de votos contestados era muito menor que a margem obtida pelo presidente eleito, Joe Biden, no estado –os 20 votos da Pensilvânia no Colégio Eleitoral foram decisivos para a vitória do democrata.

A decisão foi lida pelo juiz Stephanos Bibas, indicado para o cargo por Trump, e tomada por ele e outros dois magistrados indicados pelo também republicano George W. Bush.

Após a decisão, Jenna Ellis, consultora jurídica do presidente, sugeriu que a campanha recorrerá à Suprema Corte.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
TOPO