Trump acusa Pfizer e FDA de 'retardar' anúncio de vacina contra Covid-19

Trump acusa Pfizer e FDA de retardar anúncio de vacina contra Covid-19
Reprodução/CNN

Em mais um capítulo de seu choro interminável no Twitter, Donald Trump agora acusa a Pfizer e a FDA, a “Anvisa americana”, de terem atrasado a divulgação dos testes da fase 3 da vacina contra a Covid-19 para depois das eleições.

Nesta segunda (9), o laboratório anunciou que o resultado preliminar de seu mais amplo estudo clínico apontou eficácia da vacina em 90% dos casos.

“Como já disse há muito tempo, a Pfizer e os demais só anunciariam a vacina após a eleição, porque não tiveram coragem de fazê-lo antes. Da mesma forma, a FDA deveria ter anunciado antes, não para fins políticos, mas para salvar vidas!”, escreveu o presidente, derrotado por Joe Biden no pleito da semana passada.

“Se Joe Biden fosse o presidente, vocês ficariam sem a vacina por mais quatro anos e a FDA não a teria aprovado tão rapidamente. A burocracia teria destruído milhões de vidas!”, acrescentou Trump.

A Pfizer já previa que os resultados dos testes não sairiam antes de novembro, por mais que o presidente americano –cuja gestão da Covid-19 foi desastrosa: o país é campeão mundial de mortes e de casos da doença– quisesse muito anunciá-la antes da eleição.

Leia mais: A melhor vacina contra a desinformação é assinar o Antagonista +.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 85 comentários
TOPO