ACESSE

Tumulto e saques na Venezuela

Telegram

Em plena pandemia da Covid-19, a cidade de Cumanacoa, no norte da Venezuela, sofre com violência, tumulto e saques ao comércio nas últimas 24 horas.

De acordo com o presidente autoproclamado do país, Juan Guaidó, pelo menos sete pessoas ficaram feridas em confrontos ontem. Uma teria sido baleada.

Segundo informações da imprensa local, os saques tiveram início depois que comerciantes da região aumentaram os preços.

No Twitter, Guaidó comentou:

“Subestimaram o povo, crendo que a repressão e o medo pudessem conter o inevitável. Governo de emergência nacional sem os usurpadores é urgente.”

Leia também: DEM x Bolsonaro

Comentários

  • Eduardo -

    Esse é o sonho de Bolsonaro, caos social, estado de sítio, auto-golpe e ditadura. Se possível, com umas pitadas de tortura, a la Brilhante Ustra.

  • Isaias -

    Venezuela precisa de um líder de verdade, Maduro apodreceu e este Guaidó limita-se a tagarelar, mas sem atrair pra si a confiança do povo, ninguém, além do povo, pode te colocar lá, Mr. Guaidó.

  • Valeria -

    Isso deve ser culpa do Bolsonaro... ???????

Ler 26 comentários