Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

TV argentina 'mata' Shakespeare depois de ele receber vacina da Covid

TV argentina mata Shakespeare depois de ele receber vacina da Covid
Ilustração: Creative Commons

Um canal de notícias da TV argentina informou a seus telespectadores que William Shakespeare, “um dos escritores mais importantes da língua inglesa”, havia morrido cinco meses depois de receber a vacina da Covid.

A notícia, é claro, referia-se a Bill Shakespeare, morador de Warwickshire, no Reino Unido —o homônimo do dramaturgo que viveu de 1564 a 1616 tinha 81 anos e havia sido a segunda pessoa no mundo a receber a vacina da Pfizer.

“Temos notícias que nos deixam chocados, dada a grandeza desse homem”, disse a apresentadora do Canal 26 argentino, Noelia Novillo. “Estamos falando de William Shakespeare e sua morte.”

Enquanto a TV mostrava imagens de Bill sendo vacinado, a apresentadora prosseguia: “Como todos sabemos, ele é um dos escritores mais importantes da língua inglesa —para mim, o mestre. Aqui está ele. Foi o primeiro homem a receber a vacina contra o coronavírus. Ele morreu na Inglaterra aos 81 anos”.

Como diria o Shakespeare original, foi uma comédia de erros. Mas talvez tenha sido muito barulho por nada.

Clique abaixo para assistir ao vídeo com a confusão entre os Shakespeares que viveram a quatro séculos de distância um do outro.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO