Twitter suspende conta do Parlamento chavista

Twitter suspende conta do Parlamento chavista
Foto: EPA/Palácio Miraflores/Agência Lusa

O Twitter suspendeu a conta do Parlamento da Venezuela, eleito no ano passado sob acusações de fraude e em meio ao boicote da oposição à ditadura de Nicolás Maduro.

Segundo a rede social, o perfil @LaNuevaAsamblea foi suspenso por violar as regras do Twitter —não foram divulgados detalhes sobre o motivo da suspensão.

De acordo com o jornal venezuelano El Nacional, o Twitter já suspendeu dezenas de contas vinculadas a funcionários da ditadura, embora tenha mantido a de Maduro.

O ditador, por sua vez, se queixou da rede social por não suspender a conta de seu oponente Juan Guaidó, reconhecido por vários países, incluindo o Brasil, como presidente interino da Venezuela.

Em 8 de janeiro, o Twitter baniu em definitivo a conta de Donald Trump, que tinha mais de 88 milhões de seguidores, após o presidente dos EUA incitar a invasão do Congresso.

Leia mais: Em pouco mais de um mês no STF, o ministro Kassio Marques se alinha à ala anti-Lava Jato.
Mais notícias
TOPO