União Europeia ameaça bloquear exportação de vacinas

União Europeia ameaça bloquear exportação de vacinas
Foto: European Union

A comissária de saúde da União Europeia, Stella Kyriakides, criticou duramente a AstraZeneca pela redução na entrega das vacinas encomendadas pelo bloco e propôs “um mecanismo de transparência nas exportações”.

“A União Europeia quer que a encomenda e as doses pré-financiadas sejam entregues o mais rapidamente possível. E queremos que nosso contrato seja totalmente cumprido”, disse.

A União Europeia investiu 2,7 bilhões de euros (R$ 17,9 bi) no desenvolvimento da vacinas.

Na sexta, a Reuters revelou que a AstraZeneca vai reduzir a distribuição na Europa em 60% no primeiro trimestre, por problemas de produção. A vacina, desenvolvida juntamente com a Universidade de Oxford, deve ter o uso autorizado nesta semana pela agência europeia de medicamentos.

Este novo cronograma não é aceitável para a União Europeia. É por isso que escrevi uma carta para a empresa no fim de semana em que fiz perguntas importantes e sérias. A União Europeia pré-financiou o desenvolvimento da vacina e sua produção e quer ver o retorno“, disse Kyriakides.

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
TOPO