ACESSE

"Vi outros desfilarem algemados resguardando sua miserável existência"

Telegram

Alan García, o ex-presidente peruano que se matou com um tiro na cabeça ao ser preso na última quarta-feira, deixou uma carta para os seus seis filhos.

Nela, o político acusado de envolvimento em esquemas de corrupção com a Odebrecht afirma que “não houve nem haverá contas, nem subornos, nem riqueza”.

“Vi outros desfilarem algemados resguardando sua miserável existência, mas Alan García não tem por que sofrer essas injustiças e circos”, escreveu também.

A carta foi lida por uma das filhas durante cerimônia fúnebre.

Censura à Crusoé: "É perversão da ética do direito" Leia mais

Comentários

  • Walker -

    Se o lulla ladrão der entrevista......eu que entrevistar o marcola e beira mar......

  • Thel -

    O Comunismo não irá subsistir no mundo, pelo menos até a retirada da igreja da Terra antes da chegada do Anticristo.

  • Jotaga -

    Tem alguém do centrão ou da esquerda que irá mandar alguma mensagem???

Ler 69 comentários