Invasões e grade caindo no primeiro treino

A seleção brasileira treinou hoje pela primeira vez com a presença da torcida desde que começou a se preparar para a Copa da Rússia.

O treino, noticia o Estadão, foi marcado por “pelo menos quatro invasões de gramado, grade caindo próximo a Neymar e centenas de pessoas se espremendo no guard-rail de um viaduto”.

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Só não esqueçam que domingo é contra a Suíça que ocupa a 6ª posição no ranking da FIFA. Deveriam estar quietos, discretos, resguardados, treinando sem esse ôba, ôba todo. Parece que a memória é curta. Viu no que deu em BH em 2014 contra a Alemanha (7×1 – 08/07/14). Lá também desabou um viaduto uns dias antes e as badaladas corriam frouxa (03/07/14).

Ler mais 19 comentários
  1. Só não esqueçam que domingo é contra a Suíça que ocupa a 6ª posição no ranking da FIFA. Deveriam estar quietos, discretos, resguardados, treinando sem esse ôba, ôba todo. Parece que a memória é curta. Viu no que deu em BH em 2014 contra a Alemanha (7×1 – 08/07/14). Lá também desabou um viaduto uns dias antes e as badaladas corriam frouxa (03/07/14).

    1. Tem uma invenção, não é muito recente. Chama-se controle remoto. Você não vai acreditar, mas com esta “novidade” é possível ao, apenas, apertar um botão, mudar de canal em segundos. Aqui em casa a gente usa muito.

  2. Queremos a copa: Copa da saúde, copa da segurança, copa da escola, copa de juros baixos, copa do trabalho, copa da competência, copa da honestidade, copa de bom governo, copa de bom judiciário, etc… Quanto a copa de futebol… bem, não serve para nada.

  3. Eficiência Alemã 7 x Jeitinho Malandro 1

    Foda-se a copa, tomara que o Brasil se foda na copa bem rapido. Eventual sucesso do Brasil na copa será usada como cortina de fumaça para problemas importantes.

  4. Enquanto o país enfrentava os transtornos provocados pela paralisação dos caminhoneiros, as corporações do serviço público tratavam com diligência de seus interesses. No estado e na capital de São Paulo, o funcionalismo conquistou novos e descabidos privilégios.
    .
    A Assembleia Legislativa aprovou em segundo turno uma emenda constitucional que eleva o teto de vencimentos dos servidores paulistas de R$ 21 mil para R$ 30 mil. Em vez do salário do governador, equipara-se o vencimento máximo ao dos desembargadores estaduais.
    .
    Calcula-se que o impacto da medida vá ser crescente, atingindo quase R$ 1 bilhão anual a partir do quarto ano de vigência. Beneficia-se uma elite de 5.000 funcionários, de um total de 700 mil.

    1. Barbaridade essa AlSP. Tem que extinguir Assembleias Legislativas pois Deputados Estaduais nao servem para absolutamente nada. Tem menos relevância do que Vereador. Tinha que ser coisa da esquerda Social Democrata brasileira.

  5. A votação da proposta estava travada desde o ano passado, por objeção do governo estadual. Desde que Marcio França (PSB) assumiu o Bandeirantes, contudo, as barreiras foram caindo. A votação em primeiro turno ocorreu em abril, mês da troca de guarda.
    .
    O outro caso nefasto foi a aprovação pela Câmara Municipal paulistana, por 32 votos a 8, de um generoso pacote de benefícios, ao custo de R$ 44 milhões ao ano.
    .
    São auxílios para alimentação (de R$ 573 mensais, em adição aos R$ 48 diários já pagos) e saúde (até R$ 1.079 mensais), além de bônus de até R$ 16 mil para os funcionários mais bem pagos.

  6. Já vi esse filme antes e não gostei. A seleção era prá treinar num local afastado de todo mundo,
    prá evitar o oba-oba. Quando foi campeã em 2014, a Alemanha ficou meio que isolada numa vila
    construída especialmente prá ela.