A “luta feroz” da Previdência

Sobre a reforma da Previdência, Michel Temer disse, no Valor, que será uma “luta feroz”.

“Sabidamente as mulheres hoje vivem mais que os homens, mas tem essa coisa da dupla, tríplice jornada. Na minha cabeça, tem que haver uma pequena diferença, se o homem se aposenta com 65, a mulher pode se aposentar com 62”, defendeu o presidente.

Segundo ele, “as centrais vão acabar não apoiando, seja qual for a reforma”.

“Vamos mandar ao Congresso e ver o que acontece.”

Faça o primeiro comentário