Aviação regional fica no quase

A aviação regional no Brasil empacou, informa o Estadão.

Em meio à crise econômica, desde 2015 as grandes empresas aéreas deixaram as malhas de cidades como São José dos Campos (SP), Patos de Minas (MG), Macaé (RJ), São Gabriel da Cachoeira (AM), Tucuruí (PA) e Porto Trombetas (PA).

“A aviação brasileira está diminuindo”, resume o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz.

Faça o primeiro comentário