Brasil deveria comprar ouro

Se o Brasil quiser, mesmo, se blindar contra crises mundiais, seria melhor que parte de suas reservas internacionais fosse composta por ouro. A recomendação é do americano Jim Rickards, um dos maiores especialistas do mundo em metais preciosos.

“Eu diria ao Banco Central do Brasil: vocês podem imprimir dinheiro, mas comprem ouro também”, afirmou Rickards, em evento promovido pela Empiricus nesta tarde. Para ele, a iniciativa não é uma mera extravagância. Rickards tornou-se um best-seller ao prever o colapso do dólar em seu livro Currency Wars, de 2011.

Como comparação, Rickards estima que os EUA mantém 8 mil toneladas de ouro em reservas – o equivalente a 2% de seu PIB. Os países da União Europeia teriam, juntos, 10 mil toneladas. Já a China afirma ter 1,7 mil toneladas, mas extraoficialmente as estimativas chegam a 5 mil toneladas.

Faça o primeiro comentário