Com conhecimento de causa

O BB Investimentos está preocupado com a situação dos bancos no curto prazo. A gestora do Banco do Brasil destacou o aumento da inadimplência e dos custos de concessão de crédito como os maiores riscos nos próximos meses.

Por isso, a gestora recomenda não se empolgar com o cenário internacional mais amigável, com oferta de capital para os países emergentes, que poderia ajudar o sistema financeiro local.

O BB Investimentos sabe do que fala. No segundo trimestre, o Banco do Brasil viu seu lucro ajustado encolher 40%. O principal motivo? A necessidade de reservar R$ 1,8 bilhão para créditos duvidosos – aqueles em que o banco não sabe se tomará calote.

Faça o primeiro comentário