Congresso quer pendurar R$ 9,5 bi extras nas contas de 2016

O mesmo Congresso que elogia a PEC do Teto quer pendurar, no orçamento deste ano que está praticamente no fim, gastos extras de R$ 9,5 bilhões.

Nesta terça, a Comissão Mista de Orçamento vai analisar o assunto, composto por dez projetos de lei apresentados pelos próprios parlamentares.

Apenas lembrando que, para aprovar os créditos extras, é preciso indicar de onde virá o dinheiro.

A lista de penduricalhos que será votada é a seguinte:

– PLN 21/2016 – crédito suplementar de R$ 701,5 milhões para o Ministério de Minas e Energia;

– PLN 24/2016 – crédito suplementar de R$ 4,6 bilhões para empresas estatais;

– PLN 25/2016 – crédito suplementar de R$ 20,7 milhões para o Ministério do Meio Ambiente;

– PLN 31/2016 – crédito suplementar de R$ 2,3 bilhões para o Ministério da Justiça;

– PLN 32/2016 – crédito especial de R$ 845,5 milhões para empresas estatais;

– PLN 33/2016 – crédito suplementar de R$ 317,2 milhões para os Ministérios da Fazenda, do Desenvolvimento e do Planejamento;

– PLN 39/2016 – crédito suplementar de R$ 189,1 milhões para o Ministério dos Transportes;

– PLN 42/2016 – crédito suplementar de R$ 461,6 milhões para o Ministério da Educação;

– PLN 46/2016 – crédito suplementar de R$ 64 milhões para o Ministério da Cultura.

Faça o primeiro comentário