Coração sossegado?

O Ministério da Fazenda e os governadores discutem a apresentação de uma PEC específica para estabelecer um limite para os gastos públicos nos Estados, informa o Valor.

“O texto deverá incluir outros assuntos relevantes para a melhoria da gestão fiscal a longo prazo, como a definição do que é gasto com pessoal, a possibilidade de redução da jornada de servidores e medidas para auxiliar os gestores estaduais a terem maior controle e uma alocação mais eficiente dos recursos.”

É para continuar com o coração sossegado, Darcísio Perondi?

Faça o primeiro comentário