E o meu salário?

A entrevista com o economista José Roberto Afonso é uma resposta a declarações do presidente do Tribunal de Justiça do Rio, Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho, que classificou de “inconstitucionais e absurdas” as propostas de ajuste fiscal no estado.

O magistrado se mostrou inquieto com possíveis consequências do ajuste:

“Essa técnica proposta tornará incerta a remuneração de magistrados e servidores. Não haverá quantias certas. Não haverá dias certos. E sem dúvida haverá meses sem pagamento.”

Faça o primeiro comentário