“É preciso que deem um tempo”

De José Aníbal ao Estadão:

“Todos têm reivindicações legítimas, mas as corporações têm renda garantida, ajustes, aposentadoria, estabilidade no emprego. É preciso que deem um tempo para o Brasil respirar. As contas públicas estão devastadas.”

Ele está certo, claro.

Faça o primeiro comentário