Embraer: dispensa temporária de até 2 mil

Após duas rodadas de demissão voluntária, a Embraer negocia uma nova medida para conter as despesas com pessoal: a dispensa temporária (layoff) de até 2 mil empregados da fábrica de São José dos Campos.

A intenção é suspender os contratos de trabalho por dois a 5 meses, a partir de janeiro. Uma reunião com o sindicato de metalúrgicos está marcada para 23 de novembro.

Faça o primeiro comentário