Embraer e empregados não se entendem

Os empregados da Embraer rejeitaram a proposta de congelamento de salários e pagamento de abono. Os empregados da linha de produção querem 11% de reajuste, considerando a data-base de 1º de setembro.

2016 tem sido um ano complicado para a Embraer. Além de dois planos de demissão coletiva abertos, a companhia acumula perdas. No terceiro trimestre, por exemplo, seu prejuízo líquido foi de R$ 111,3 milhões.

Faça o primeiro comentário