Está aberta a temporada para saquear os contribuintes

Começou, hoje, o prazo para que deputados e senadores apresentem emendas à proposta de Orçamento de 2017. Cada parlamentar pode propor até 25 emendas de execução obrigatória, isto é, impositivas, que totalizem R$ 15,3 milhões.

Como há 594 congressistas (513 deputados e 81 senadores), isso significa pendurar na conta do contribuinte R$ 9 bilhões. Além disso, as comissões permanentes da Câmara, do Senado e do Congresso, bem como as 27 bancadas parlamentares que representam os Estados, também podem propor emendas de seu interesse.

No caso das bancadas estaduais, o limite é de duas emendas que somem R$ 224,7 milhões. Fazendo as contas, são mais R$ 6 bilhões. Tudo somado, já são, pelo menos, R$ 15 bilhões em penduricalhos para você pagar. O prazo para a apresentação de emendas termina em 20 de outubro.