Fraga (2): melhor o duvidoso, do que o certo

Fraga elogiou, ainda, a disposição de Temer de assumir os riscos políticos para aprovar as reformas. “É melhor ter o risco de dar certo do que a certeza de que vai dar errado”, afirmou o ex-presidente do BC, segundo o Estadão.

Faça o primeiro comentário