Incorrigíveis

Para que os dólares dos brasileiros no exterior retornem ao país e ajudem a tapar o rombo fiscal, Temer aceita mudanças na lei da repatriação. Com exceção de uma: não aceita que o Congresso derrube a proibição de que políticos possam aderir ao programa.

Segundo a Reuters, o (mais do que justificado) receio do presidente é que a inclusão dos políticos na lei seja vista, pela população, como uma anistia à corrupção e ao desvio de recursos, no momento em que a Lava Jato pega fogo.

Faça o primeiro comentário