Jogral

Pelo menos da boca para fora, Rodrigo Maia, na Câmara, Renan Calheiros, no Senado, e Rose de Freitas, líder do governo no Congresso, estão afinadinhos: querem aprovar a PEC do teto de gastos até o fim do ano.

Em evento com empresários hoje, Maia afirmou que o texto será votado a partir de 17 de outubro pelos deputados. Já Renan voltou a dizer que, assim que receber a PEC, fará tudo para ser votada “rapidamente”. E Rose considera sua aprovação “urgentíssima”.

Faça o primeiro comentário