Karatê versus kung fu

O Japão decidiu não deixar a China avançar sozinha na África. Neste sábado, o primeiro-ministro Shinzo Abe anunciou que o país investirá US$ 30 bilhões no continente em projetos de infraestrutura, educação e assistência médica.

Abe participou de uma conferência em Nairobi, no Quênia, sobre a relação entre o Japão e a África.

Faça o primeiro comentário