MANGUINHOS (2): R$ 1 BILHÃO NÃO PAGOS EM SP

Para cassar a inscrição estadual da Refinaria de Manguinhos, a Secretaria da Fazenda de São Paulo alega que a empresa pratica “inadimplência fraudulenta”. Trocando em miúdos, significa que ela estaria, deliberadamente, sonegando impostos como parte de seu “modelo de negócios”.

Manguinhos possui duas redes de distribuição: em São Paulo, a Fera; no Rio, a Rodopetro. A sonegação sustentaria a prática de preços predatórios denunciados pela concorrência. Somente em São Paulo, o ICMS não pago por Manguinhos é estimado em R$ 1 bilhão.

Faça o primeiro comentário