Manguinhos e a penhora da sede da Petrobras

Ainda sobre Manguinhos, que conseguiu, em fevereiro do ano passado, a penhora do edifício-sede da Petrobras, numa decisão de primeira instância.

Segundo Lauro Jardim, no Globo, duas desembargadoras que cuidam do caso pediram vistas do processo.

O terceiro, Benedito Abicair, votou a favor de Manguinhos.

A refinaria acusa a Petrobras de concorrência predatória, devido à política de preços entre 2002 e 2008. A empresa afirma que a estatal lhe causou um prejuízo de até R$ 1,8 bilhão.

Faça o primeiro comentário