Menos vermelho

O governo reduziu em R$ 450 milhões a previsão de déficit da previdência neste ano. O rombo esperado, agora, é de R$ 148,8 bilhões. O principal motivo é a melhora na expectativa de entrada de receitas: de R$ 358,6 bilhões para R$ 359 bilhões.