MPF faz Caixa ter um pouco de bom senso

A partir deste mês, a Caixa não cobrará juros e outros tipos de penalidades que recaíam sobre os mutuários, em caso de atraso ou paralisação de obras por culpa da incorporadora. As penalidades serão cobradas, agora, dos responsáveis pelo empreendimento.

Parece uma decisão óbvia, mas só foi tomada após o Ministério Público Federal encaminhar recomendação ao banco, neste sentido, em janeiro. Os procuradores argumentam que o comprador não pode ser punido por um problema que não causou.

Faça o primeiro comentário