Navio pirata

A tentativa da Petrobras de rescindir o contrato de afretamento do navio-sonda Vitória 10.000, operado pela Schahin, foi abortada pela Justiça de São Paulo.

Apenas para relembrar: a Schahin, atualmente em recuperação judicial, é investigada pela Lava Jato. O banco Schahin, do mesmo grupo, liberou um empréstimo de R$ 12 milhões para o PT, intermediado por um dos amigões de Lula, o pecuarista José Carlos Bumlai.

Em troca, a Schahin foi contratada pela Petrobras, por R$ 1,6 bilhão, sem licitação, para operar o Vitória 10.000. A empresa nunca havia atuado no ramo petrolífero.

Em setembro, Bumlai foi condenado por Sergio Moro.