O apetite dos bancos

De Sérgio Rial, presidente do Santander Brasil, a jornalistas hoje: “o apetite dos bancos para ofertar crédito, que tem caído nos últimos trimestres, deve levá-los a repassar a queda da Selic para os financiamentos.”

O problema é que só uma coisa é capaz de atiçar mais a fome dos bancos, que uma carteira de crédito em expansão: bons e elevados juros. Basta lembrar que, em setembro, a taxa média de juros no Brasil ficou em 33% ao ano.

Vamos ver até que ponto os bancos estão dispostos a trocar um prato apetitoso por outro.

Faça o primeiro comentário