O Custo-Dilma

O número é eloquente: se Dilma tivesse perdido a disputa pela reeleição, em 2014, a Petrobras valeria R$ 113 bilhões a mais. Na época da eleição, a cifra correspondia a quanto o Bradesco valia na Bolsa. Hoje, a combalida petrolífera vale cerca de R$ 160 bilhões.

O cálculo foi feito pelo economista Bernardo Guimarães, da FGV. Irritado com os petistas que insistem em dizer que a estatal valeria mais sob o comando da ORCRIM, Guimarães recorreu a modelos matemáticos que se baseiam na diferença entre o valor das ações e o de derivativos financeiros baseados nelas, na época da eleição.

Faça o primeiro comentário