O discurso fácil das centrais

Em entrevista à Folha, Paulo Tafner, especialista em previdência, desconstrói um dos argumentos das centrais sindicais sobre a reforma:

Folha: As centrais dizem que a idade mínima pune quem começou a trabalhar mais cedo.

Paulo Tafner: Esse é um discurso fácil que não corresponde aos dados. Quem começa mais cedo são os informais, os que entram pela porta dos fundos do mercado de trabalho, não os filiados ao sindicatos.

O informal vai acabar se aposentando por idade, 10 anos depois dos que conseguirão se aposentar por tempo de contribuição. Então, não é a defesa do trabalhador mais pobre. Se estabelecer uma idade seria “prejudicar” os mais favorecidos então é razoável que isso ocorra.

Faça o primeiro comentário