PEC do Teto nossa de cada dia

Marcia Dessen, diretora do Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros, escreve o seguinte em artigo na Folha:

“Os agentes do governo federal recorreram, pela primeira vez, ao método mais básico e elementar conhecido: limitar os gastos, uma medida simples, óbvia e muito salutar para a boa gestão das finanças pessoais, empresariais e públicas.

O limite impõe o exercício da escolha. Como não há recursos suficientes para investir em todas as áreas e setores da economia, é preciso priorizar, escolher o que será feito primeiro e o que fica para depois.”

Um governo se torna “antipático” justamente quando recorre a “métodos básicos e elementares”.

Faça o primeiro comentário