Recordista em piora

A economia se transformou em uma arena de quebra de recordes negativos. Nesta quarta, foi a vez do comércio paulista subir ao pódio.

Segundo a Fecomercio-SP, o setor fechou 66,6 mil vagas no primeiro semestre em todo o Estado. Trata-se do pior desempenho para esse período desde o início da série histórica em 2007.