Rolls-Royce: proprina em contrato da Petrobras

O jornal britânico The Guardian informa que a Rolls-Royce é investigada por autoridades do Reino Unido e dos Estados Unidos por suposta prática de corrupção para conseguir contratos em 12 países, incluindo o Brasil.

Por aqui, a empresa teria pagado US$ 200 mil em propinas, a fim de fechar um contrato de US$ 100 milhões para fornecer e instalar equipamentos em plataformas da Petrobras.

Ao Guardian, a Rolls-Royce limitou-se a declarar que a investigação é conduzida pelas autoridades e que está colaborando.

Faça o primeiro comentário