SUSPEITA DE IRREGULARIDADE NO CONSELHO DA OI

Hélio Costa e Demian Fiocca estariam atuando de modo irregular no conselho de administração da Oi. Essa é a convicção de pessoas que acompanham de perto a rotina da cúpula da operadora.

Em 14 de setembro, Nelson Tanure indicou a dupla como seus representantes no colegiado.

Segundo o artigo 6º da Resolução 101 da Anatel, trocas de controladores e seus efeitos, como o exercício efetivo de voto por parte de membros do conselho de administração que os representem, precisam ser aprovados pela agência.

O que fontes ouvidas pelo Antagonista relatam, porém, é que Costa e Fiocca ainda não foram devidamente autorizados a assumir suas funções. Mesmo assim, já participariam das reuniões com plenos poderes de decisão.

Procurado, um representante de Tanure informou que Costa e Fiocca atuam como conselheiros convidados, enquanto aguardam a anuência da Anatel. Segundo ele, formalmente, ambos podem opinar sobre os assuntos, mas não podem votar. Cabe à Anatel apenas verificar se os dois não tenham participação em empresas do setor que configure conflito de interesses, bem como Tanure, do qual são representantes.

Faça o primeiro comentário