Temer quase sofre primeira derrota no Senado

Renan Calheiros salvou ontem Michel Temer de sofrer sua primeira derrota no Senado.

Já era tarde da noite, os senadores tinham votado uma série de indicações de autoridades, quando o presidente da Casa chamou à pauta a votação da PEC que recria a DRU (Desvinculação de Receitas da União).

Havia 45 senadores no plenário e o PT, claro, encaminhou voto contrário.

Passaram-se 10 minutos e Renan suspendeu a votação alegando falta de quórum – uma PEC precisa de pelo menos 49 votos para ser aprovada, em dois turnos.