Vale, a estatal privada

A movimentação de Temer para emplacar o novo presidente da Vale já tem nome e sobrenome, segundo Lauro Jardim, no Globo: Nelson Silva, o fiel escudeiro de Pedro Parente na Petrobras.

Em tese, desde 6 de maio de 1997, a Vale é uma empresa privada. Mas a privatização à brasileira conferiu uma participação relevante ao BNDES e aos fundos de pensão de estatais, o que manteve a porta aberta a ingerências políticas.

Desta vez, a queda de braço ocorre entre o Palácio do Planalto e a bancada do PMDB na Câmara.

Faça o primeiro comentário