Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

A esquerda ri na internet, mas é de nervoso

No cenário sem Lula e Bolsonaro, há um dado concreto: o ex-presidiário, líder nas pesquisas, transfere menos da metade de seus votos para Fernando Haddad
A esquerda ri na internet, mas é de nervoso
Ricardo Stuckert/Divulgação PT

Sim, a pesquisa do Instituto Futura, encomendada pelo Banco Modal, testou um hipotético cenário eleitoral sem Lula e Jair Bolsonaro. A notícia gerou uma série de memes na internet, alguns até divertidos.

Mas há um dado concreto na sondagem: Lula, até agora líder nas pesquisas, transfere menos da metade de seus votos para Fernando Haddad, novamente cogitado como plano B, como publicamos dias atrás.

O poste de Lula atrai entre 16,6% e 18,3% dos votos, perdendo até para Ciro Gomes, que, num cenário sem os favoritos, vai a 19,4% e 20,1% — se com João Doria ou Eduardo Leite, respectivamente.

Esse resultado é uma ducha gelada na esquerda, incapaz de criar lideranças que possam livrá-la do jugo lulopetista, cujo DNA autoritário tem sido reafirmado aos quatro ventos pelo próprio ex-presidiário, seja na defesa do controle da mídia ou em elogios a ditadores latino-americanos, como Daniel Ortega e Nicolas Maduro.

A esquerda está rindo na internet, mas é de nervoso.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO