Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Braga Netto é um tanque que solta muita fumaça

Em matéria de alopragem, o ministro da Defesa só perde para Jair Bolsonaro. Está avacalhando com as Forças Armadas e precisa ir para o ferro-velho
Braga Netto é um tanque que solta muita fumaça
Brasília - O Comandante Militar do Leste, General Braga Netto, durante entrevista coletiva sobre o decreto de intervenção no Estado do Rio de Janeiro (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Estão creditando ao comandante da Marinha, almirante de esquadra Almir Garnier dos Santos, a ideia de fazer o passeio militar de hoje de manhã, na Esplanada dos Ministérios. É porque foi um fracasso. O sujeito abraçou com entusiasmo a ideia de jerico, mas ela saiu mesmo foi da cachola de Jair Bolsonaro e Braga Netto, irritados porque o comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Junior, reuniu-se com Gilmar Mendes, para dizer que não haveria golpe militar no Brasil.

Em matéria de alopragem, o ministro da Defesa só perde para o presidente da República. Lembre-se do recado que ele enviou ao presidente da Câmara, Arthur Lira, de que não haveria eleições em 2022, se o voto impresso não fosse aprovado. Ele negou que tenha feito a lambança, mas está claro que a perpetrou. Ao dar o recado, estava acompanhado dos três comandantes militares — que vêm se submetendo a um papel vexaminoso e, agora, ainda vão aceitar calados que a culpa pelo passeio militar recaia inteiramente sobre as costas do almirante de esquadra Almir Garnier dos Santos.

O ministro da Defesa é um aloprado a quem o aloprado-mor deu licença para tumultuar ainda mais a vida institucional, brincando com as Forças Armadas, como se elas fossem compostas por soldadinhos de chumbo. É recomendável que os seus comandantes parem de se comportar como tais. O mesmo comandante da Aeronáutica que recebeu Gilmar Mendes curtiu hoje um tuíte de uma bolsonarista que diz que o STF persegue Jair Bolsonaro eos inimigos internos não pararão de conspirar contra o BR e estamos fartos”. Soldadinho de chumbo.

Está na hora do generalato que não fala — é esse que verdadeiramente importa — dar um chega para lá em Braga Netto, que está avacalhando de vez com a imagem das Forças Armadas, já desgastada pelo governo ao qual se associou, acreditando que iria controlar o capitão insubordinado eleito presidente da República.

Braga Netto é como um daqueles tanques que hoje soltaram muita fumaça em frente ao Palácio do Planalto. Precisa ir para o ferro-velho.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO