Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lira quebrou o decoro parlamentar?

Presidente da Câmara disse que houve acordo para votação da PEC da Vingança, mas os representantes das entidades do MP negam essa versão
Lira quebrou o decoro parlamentar?
Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Ao tentar votar a PEC 05/2021 mais cedo, Arthur Lira (foto) disse no plenário que havia fechado acordo com as entidades do Ministério Público sobre o texto, uma versão piorada da versão já ruim do relator biônico Paulo Magalhães  (PSD/BA).

O Antagonista repercutiu ao longo da tarde diversas manifestações dos representantes dessas entidades negando qualquer acordo.

Há pouco, um novo comunicado foi divulgado com ênfase especial nessa questão: “Sobre as declarações proferidas na sessão ocorrida no Plenário da Câmara nesta data (14), a CONAMP, a ANPR, a ANPT, a ANMPM e a AMPDFT reafirmam que, em nenhum momento, houve acordo sobre a última versão do relatório, tendo, inclusive, sido divulgada nota, nesta manhã, pela rejeição da proposta.”

Mentir em plenário para tentar direcionar o voto dos parlamentares não é só desespero, mas flagrante quebra de decoro. O último presidente da Câmara que mentiu acabou cassado.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO