Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Marco Aurélio ainda está nos anos 90

Tramitação no sistema eletrônico mostra que o decano acusou injustamente Luiz Fux de 'interceptar' petição dos advogados de Lula
Marco Aurélio ainda está nos anos 90
Foto: Carlos Moura/SCO/STF

Como registramos mais cedo, Marco Aurélio Mello enviou aos colegas ofício em que acusa Luiz Fux de “interceptar” uma petição da defesa de Lula dirigida a seu gabinete. A acusação é injusta e não faz sentido, pois os pedidos protocolados no sistema eletrônicos são encaminhados automaticamente para o gabinete do relator. E o relator, no caso, é Edson Fachin.

Ou seja, não há possibilidade de Fux ou outro ministro interceptar o processo eletrônico e nem pegar a petição de outro relator. O presidente do Supremo, aliás, já ligou para o decano para explicar que não se protocola mais em papel que um funcionário leva aos gabinetes, como era até o fim da década de 90.

A colunista da Folha que noticiou o imbróglio, com claro objetivo de desgastar Fux, também poderia ter checado a tramitação. O bom jornalismo deve ser feito em qualquer época.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
TOPO